FutureStarr

Nacional Vs Benfica Resumo OOR

Nacional Vs Benfica Resumo OOR

Nacional Vs Benfica Resumo

via GIPHY

Nacional- e tudo!

Benfica

Watch Benfica 10 - 0 Nacional Highlights, Watch Latest Football Match Highlights Benfica vs Nacional,Liga Sagres Watch all Goals Of Benfica vs Nacional, Watch full Highlights Of Benfica vs Nacional, Watch all goals and highlights Of Benfica vs Nacional Liga Sagres, Benfica vs Nacional goals and Highlights, Benfica vs Nacional All Goals And full highlights, Watch Extended highlights Benfica vs Nacional, Watch In Full HD Quality Benfica vs Nacional, Nacional vs Benfica highlights and all goals Liga Sagres HD HQ, Benfica vs Nacional Replay Video highlights, Full highlights of Benfica vs Nacional goals.

O dérbi vai proporcionar o 15.º embate entre os treinadores Rui Vitória e Jorge Jesus, com registo claramente favorável ao agora timoneiro dos ‘leões'. Rui Vitória, de 45 anos, e Jorge Jesus, de 61, defrontaram-se em 14 ocasiões (10 no campeonato, duas na Taça da Liga, uma na Taça de Portugal e uma na Supertaça), que se saldaram em 11 triunfos para o técnico ‘verde e branco', dois para o homólogo ‘encarnado' e um empate. O último confronto teve lugar há dois meses e meio, na Supertaça Cândido de Oliveira, na estreia oficial de Vitória pelo Benfica e Jesus pelo Sporting. No Estádio Algarve, os ‘leões' venceram por 1-0, com um golo de Carrillo. (Source: desporto.sapo.pt)

Nacional

Os anos de quarenta e cinquenta foram fabulosos para o Sporting. Dez títulos de Campeão Nacional de futebol conquistados nesses 20 anos, aos quais se juntaram quatro Taças de Portugal que figuram no quadro de honra do Clube. De 1946-47 a 1953-54 o Sporting venceu sete dos oito campeonatos em disputa, juntando um tricampeonato e um tetracampeonato – ficando a época de 1949-50 de permeio. Foram os anos dos ‘Cinco Violinos’, de grandes e históricas equipas que conquistaram enorme fama nacional e internacional. A própria designação ‘Cinco Violinos’ foi atribuída pelo jornalista e treinador Tavares da Silva a uma linha avançada formada por Jesus Correia, Vasques, Peyroteo, Travassos e Albano. Eles e os seus companheiros formavam uma orquestra a jogar, tal o espírito colectivo e a eficácia em campo. Nesses anos, em 1946-47, o Sporting chegou aos 123 golos (quase cinco por jogo!) num campeonato que tinha então 26 jornadas, tendo Peyroteo marcado 43 golos em 19 encontros (média de 2,26 golos por jogo), recordes impossíveis de serem batidos.

 

 

Related Articles