FutureStarr

A Biografia De Isaac Newton Resumo

A Biografia De Isaac Newton Resumo

Biografia De Isaac Newton Resumo

O matemático francês Alexander Grothendieck (1928 - 2014) foi uma das figuras-chave no desenvolvimento da geometria algébrica. Ele estendeu o escopo do campo para aplicar a muitos novos problemas em matemática, incluindo, eventualmente, o último teorema de Fermat. Em 1966, ele foi premiado com a medalha Fields. (Source: pt.mathigon.org)

Das

via GIPHY

David Blackwell (1919 - 2010) foi um estatístico e matemático americano. Ele trabalhou em teoria dos jogos, teoria das probabilidades, teoria da informação e programação dinâmica e escreveu um dos primeiros livros didáticos sobre estatística bayesiana. O Teorema Rao-Blackwell mostra como melhorar os estimadores de certas quantidades nas estatísticas.

Resumo Apresentamos neste trabalho a metodologia de montagem de uma representação multissensorial tátil-visual de um diagrama do Experimentum Crucis descrito por Isaac Newton no seu artigo "Nova Teoria da Luz e das Cores", publicado em 1672. A partir de uma busca em bibliográfica histórica e experimental em óptica, encontramos modelos e diagramas que descrevem este polêmico experimento. A transposição em modelos tátil-visuais deste e de outros "experimentos cruciais" em óptica faz parte de uma pesquisa de mestrado que visa trazer para ambientes de ensino momentos importantes da história da luz e das cores, de maneira inclusiva e acessível a alunos com deficiência visual. Para tanto, revisamos o conceito de multissensorialidade e apontamos alguns resultados sobre práticas de montagem de experimentos históricos em aulas de ciência. Por fim, propomos um diálogo entre Ciência e Arte e deficiência visual de forma a apontar caminhos para práticas inclusivistas em ambientes de ensino formais e não-formais. Palavras-chave: Experimentum crucis, Isaac Newton, multissensorialidade, deficiência visual, experimentos históricos Abstract In this work we present the methodology for assembling a multisensory tactile-visual representation of a diagram of the Experimentum Crucis described by Isaac Newton in his article "New Theory of Light and Colors", published in 1672. From a search in historical and experimental bibliography in optics, we find models and diagrams that describe this controversial experiment. The transposition in tactile-visual models of this and other "crucial experiments" in optics is part of a master's research that aims to bring to teaching environments important moments in the history of light and colors, in an inclusive and accessible way to students with disabilities visual. For this, we reviewed the concept of multisensory and pointed out some results on the practice of setting up historical experiments in science classes. Finally, we propose a dialogue between Science and Art and visual impairment in order to point out ways for inclusive practices in formal and non-formal teaching environments. (Source: www.academia.edu)

Se

via GIPHY

Le Sage educou-se inicialmente no Colégio de Genebra, onde desenvolveu uma ligação amigável com Jean-André Deluc. Além da filosofia, ele estudou matemática com Gabriel Cramer e física com Calendrini. Mais tarde, decidiu estudar medicina em Basileia, onde também dava aulas particulares de matemática. Nesta cidade, Le Sage conheceu Daniel Bernoulli, cujo trabalho sobre a natureza cinética dos gases foi muito influente para ele. Em seguida, Le Sage deixou Basileia e continuou a estudar medicina em Paris. Depois ele voltou para Genebra onde tentou trabalhar como médico, mas ele foi recusado porque seu pai era um nativo da França.

A agora chamada "Teoria gravitacional de Le Sage" foi originalmente proposta em 1690 por Nicolas Fatio de Duillier, um amigo de Isaac Newton e Christiaan Huygens. Fatio foi um personagem bem conhecido da Suíça, e a teoria cinética da gravitação foi a sua mais notável contribuição científica, à qual dedicou grande parte de sua vida. Le Sage disse que ouviu falar de Fatio pela primeira vez através de seu pai, porque seu pai tinha ouvido as profecias dos cevénots (camisards), e disse-lhe que Fatio era um dos profetas. O pai de Le Sage era bem familiarizado com os campos científicos em que Fatio trabalhava, e ele ensinava Le Sage nas ciências. No entanto, Le Sage alegou mais tarde que seu pai nunca lhe disse que Fatio havia criado uma teoria da gravitação essencialmente idêntica à sua. (Le Sage também admitiu que tinha uma memória patologicamente ruim, então não está claro se a sua recordação era precisa.) Em todo caso, Le Sage afirmou que não sabia nada da teoria de Fatio até que ele foi informado por seu professor Gabriel Cramer em 1749. Alguns anos após a morte de Fatio (que ocorreu em 1753), Le Sage começou a tentar adquirir artigos de Fatio para - de acordo com suas próprias palavras - resgatá-los do esquecimento, e também para um tratado que ele planejava escrever sobre a história das teorias da gravitação. Um desses artigos chegou às mãos de Le Sage através de Abauzit em 1758, e outros papéis foram adquiridos em 1766, 1770 e 1785. Ele também iniciou uma biografia sobre Fatio, embora nunca fosse concluída. Tentou, sem sucesso, publicar alguns desses artigos. Os manuscritos de Genebra foram depositados na biblioteca de Genebra por Prévost após a morte de Le Sage e ainda permanecem lá. (Source: pt.wikipedia.org)

 

Related Articles